RN antecipa para cinco meses intervalo para 3ª dose em idosos e profissionais da saúde

 

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) orienta os municípios potiguares a realizarem antecipação da dose de reforço da vacina contra a Covid-19 em idosos e profissionais de saúde. Uma nota informativa foi emitida, nesta sexta-feira (15), após decisão tomada em conjunto com o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do RN (Cosems/RN) e a Câmara Técnica das Vacinas.

De acordo com a Sesap, a antecipação da D3 ocorrerá exclusivamente com a vacina da Pfizer e deve ser administrada em idosos com 60 anos ou mais e em trabalhadoras e trabalhadores da saúde no prazo de cinco meses após aplicação da segunda dose ou dose única, ou seja, após a completude do esquema vacinal. Até então, esse prazo era de seis meses.

A secretaria explicou que a decisão ocorre após alguns municípios sinalizarem a iminência da perda de doses da Pfizer por prazo de validade após o descongelamento, em decorrência da baixa procura para dose de reforço e D2.

“Chegamos à conclusão que temos um quantitativo de doses da vacina da Pfizer junto aos municípios, descongeladas há mais de 20 dias, que devem ser aplicadas de forma imediata, considerando o intervalo de vencimento de 31 dias. Então, decidimos, em parceria com os municípios, antecipar a terceira dose”, informou a coordenadora em Vigilância em Saúde da Sesap, Kelly Lima.

A Sesap embasou-se na recomendação emitida pela Organização Mundial da Saúde (OMS), a qual estabelece que a aplicação da dose de reforço tem aprazamento de 3 (três) a 6 (seis) meses após a completude do esquema vacinal. Além disso, considerou-se que a população idosa na faixa etária de 60+, na maioria dos municípios, ainda não completou os 6 meses após a segunda dose; e, também, a existência de um grande número de profissionais de saúde aptos para dose de reforço.

Distribuição

A Sesap distribuiu, na manhã de hoje (15), pouco mais de 97 mil doses de vacina contra o coronavírus, dando continuidade a Campanha Estadual de Vacinação.

São 60.756 doses da Pfizer, das quais 10.002 doses destinadas para adolescentes entre 12 e 17 anos com ou sem comorbidades e 50.754 doses para aplicação da D2 nas pessoas acima dos 18 anos. Mais 36.230 doses da Coronavac também foram direcionadas para população adulta do RN. Além  de 135 doses de Oxford para aplicação da D2 no município de Bom Jesus, em decorrência de ajustes.

Comentários